ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO FLORESTAL ENGENHARIA FLORESTAL NA UFV - DESDE 1960 CURSOS DE GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO GRUPOS E LINHAS DE PESQUISA NA CIÊNCIA FLORESTAL

Endereço

Departamento de Engenharia Florestal
Avenida Purdue, s/nº
Campus Universitário
Edif. Reinaldo de Jesus Araújo
36.570-900   Viçosa – MG – Brasil
Tel.: +55 (31) 3899-2466 / 2465 / 2478
Fax.: +55 (31) 3899-2469
E-mail: def@ufv.br

Informativo

Artigo – “PRIMATES IN PERIL”

Primates in peril

Professor Fabiano R. de Melo, do Departamento de Engenharia Florestal, é co-autor de um importante artigo recentemente publicado na prestigiada revista científica internacional, PeerJ, sobre as ameaças à fauna de primatas no mundo. Neste artigo, 28 pesquisadores de várias regiões do planeta (EUA, Europa, Ásia e América Latina), incluindo alguns brasileiros, todos especialistas neste tema,  chamam a atenção para a necessidade urgente de implementar ações de conservação que possam impedir a extinção dos primatas que existem na Terra. A International Union for the Conservation of Nature (IUCN  2017) reconhece 439 espécies de primatas, presentes em 90 países. Porém, em apenas 4 deles – Brasil (102 espécies), Madagascar (100 espécies), Indonésia (48 espécies) e República Democrática do Congo (36 espécies) – temos concentrada 65% da fauna de primatas que existe atualmente. Além disso, é importante frisar que 60% de todas as espécies viventes se encontram em algum grau de ameaça, o que inclui chimpanzés, gorilas, orangutangos e os muriquis-do-norte (este último é endêmico do nosso pais). Apesar do Brasil ser o campeão em número de espécies, Indonésia possui 83% dos primatas ameaçados de extinção em seu território e Madagascar abriga 93% de espécies ameaçadas, sendo que 97% delas possuem populações em declínio. Os autores sugerem que estes 4 países devem integrar suas ações de conservação, manter o uso sustentável da terra, visando o desenvolvimento econômico de modo a manter a biodiversidade o mais intacta possível e seus serviços ecossistêmicos funcionando de maneira regular. Somente assim, há chance de reverter esta grave crise que ameaça os nossos primos primatas.

Final Infographic primate conservation


Equipe de Desenvolvimento Web/UFV - 2013 - Mantido com Wordpress